Crônicas das coisas mínimas e desnecessárias | Por Samarone Lima

Apresentação


Oficinas


Livros


Artigos recentes


Comentários Recentes


Aproximações


Destaque


Calendário

dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos


Usuários online

5 Usuários Online
Leitores:

2 Caranguejos
3 Escafandristas

O céu nas mãos

13 de dezembro de 2016, às 13:18h por Samarone Lima

Esta é a melhor hora.

Apenas o sol começou seu trabalho
Há poucos homens
E tanto silêncio.

Como se o mundo ainda estivesse
Gestando o dia.

Estou só e tenho mãos firmes
Que escrevem seu destino
Como quem vai por uma floresta sem trilhas.

E nesta hora
As palavras são livres
Como pássaros que se dispersam.

E aqui, nesta mesa
O mistério e o poema se encontram
Após tantas tentativas.

O poema termina.
Ao final, o vazio completo
A taça servida.

É a hora de levantar os olhos
E ver o céu nas mãos.

Recife, 12 de dezembro de 2016, dia do aniversário de Emília Miranda.

Postado em Crônicas | 1 Comentário »

1 comentário

  1. Pedro Disse:

    Boas festas a todos!

Conversinhas

Nota: A moderação de comentários está ativada e isto pode retardar a publicação do seu comentário. Por favor, não envie o seu comentário novamente.