Crônicas das coisas mínimas e desnecessárias | Por Samarone Lima

Apresentação


Oficinas


Livros


Artigos recentes


Comentários Recentes


Aproximações


Destaque


Calendário

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos


Usuários online

1 Usuário Online
Leitores:

1 Caranguejo

Zé – José Carlos Novais da Mata Machado, uma reportagem

ze-livro.jpg

Belo Horizonte, Mazza Edições, 1998.

Esgotado.

Trata-se do meu primeiro livro, publicado em 1998, pela Editora Mazza. Em 222 páginas, conto a trajetória humana do militante mineiro da Ação Popular (AP), José Carlos Novais da Mata machado, conhecido como “Zé”.

O livro começou a nascer mesmo em 1993, com um trabalho de conclusão do curso de Jornalismo, da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Fiz uma série de reportagens, mostrando que a morte dele no Recife, em outubro de 1973, não aconteceu após confronto com a polícia, que era a versão oficial, mas sob tortura, no DOI-CODI.

Depois de esclarecer a morte, fui em busca da vida dele. Entrevistei parentes, amigos, militantes do período, e escrevi sua história em 32 capítulos. O cara, filho de uma tradicional família mineira, passou muita fome em Fortaleza, foi motorista de táxi no Recife, e só foi pego, porque seu cunhado aceitou trabalhar para a polícia.

Os direitos de filmagem foram comprados pelo cineasta Rafael Conde, de Minas Gerais. Um grupo do Rio de Janeiro está fazendo um curta em vídeo. Há possibilidades de a história ganhar os palcos.

Busco uma editora para reeditá-lo. A melhor forma de ler “Zé” é tirando cópia, coisa que acho formidável.

Encomende Zé ao autor

Encomende o Zé ao autor
  1. (requerido)
  2. (e-mail válido requerido)
  3. (requerido)
 

cforms contact form by delicious:days